A LIGA, tal qual o CONEXÃO REPÓRTER, apela por audiência

Esses dois programas adoram abordagens sobre drogas, sexo, homossexualidade e seus derivados.

Há algumas semanas A Liga estreou com alta audiência por conta de uma reportagem sobre baile funk, explorando a morte do Mc Daleste.

Na última terça, desceram o nível legal com a abordagem sobre o mundo pornô. Desnecessário mostrar Kig Bengala excitado, mesmo que vestido. Pior ainda todas aquelas cenas de Mariana Weickert assistindo a gravação ao vivo de um pornô com Kid recebendo sexo oral de uma atriz enquanto olhava para Mariana e repetia incansavelmente que ela era gostosa. E Mariana disse ter ficado desconfortável e coisa e tal.

Isso rende dois comentários:

1- Duvido que a gravação era real. Estava bem óbvio que estavam simulando tudo.

2- Bem feito, apelaram e ainda assim tiveram que se contentar com minguados quatro pontos.

Ah, cabe mais um comentário: Rita Batista, há alguns dias, disse que teve que passar pelo Muito+ para chegar onde queria, que era A Liga.

De um lado fofoca, do outro baixo nível. Sério mesmo que ela acredita estar no lucro?

No dia seguinte ao programa Danilo Gentili entrevistou o ator pornô e, mesmo tradicionalmente polêmico, o humorista não apelou tanto quanto A Liga. Até usou palavras similares para tratar alguns órgãos e as imagens da réplica peniana do ator eram borradas!

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

2 comentários :

  1. A Liga quando quer faz boas reportagens, mas Conexão Repórter é impecável SEMPRE, mas como só tem coisa boa na Globo a gente tem que aceitar as “críticas“.

    ResponderExcluir
  2. Vrdade, amor a vida por exemplo é acima de qualquer critica.....

    ResponderExcluir

.