A TELEVISA ocupa cada vez mais espaço na grade do SBT

Televisa e SBT são parceiras de longa data. Desde de seus primeiros anos de vida o SBT é parceiro da emissora mexicana. Da década de 80 temos sucessos como: Os Ricos Também Choram, Chispita, remakes nacionais com textos mexicanos como A Justiça de Deus, nesse modelo foram feitas mais de dez novelas já na década de 80. Além do seriado Chaves. Nos anos 90 entre idas e vindas a Televisa esteve mais presente que ausente no SBT. São da década sucessos como: a trilogia da Thalia, A Usurpadora, Carrossel e etc. Nos anos 2000 além de exibir várias novelas dubladas, com sucesso, como: Carinha de Anjo, Serafin, O diário de Daniela, A Madrasta, Abraça-me muito forte, Rebelde, dentre outras, a emissora também adotou a mesma tática dos anos 80, adaptando textos mexicanos para nossa realidade,  daí surgiram grandes sucessos como: Pícara Sonhadora, Marisol, Canavial de Paixões, Esmeralda, dentre outras produções.

Em 2008 ante o fracasso da versão brasileira de Amigas e rivais a emissora rompeu com os mexicanos e resolveu investir em novelas genuinamente nacionais como Revelação e Uma Rosa Com Amor. Mas curiosamente mesmo a Televisa tendo assinado com a Record, o SBT nesse período de rompimento exibiu várias tramas da emissora mexicana como: As tontas não vão ao céu, Camaleões, além de reprises dos remakes feitos durante a parceria e das novelas dubladas como: A triologia da Thalia mais Rosalinda e A Usurpadora. Além disso, ainda fez remakes de textos mexicanos como: Corações Feridos e Carrossel.

Agora a parceria, que parece que nunca deixou de existir, será oficial. A partir de Setembro o SBT terá total prioridade na escolha do acervo da Televisa tanto no que tange aos remakes, tanto no que tange à exibição de reprises e de novelas dubladas inéditas. É a volta dos que não foram com força total já que do dia 19 em diante o SBT terá 4 novelas mexicanas seguidas, com a estréia de O privilégio de amar. As novelas da Televisa ficarão no ar das duas e meia até às seis e quinze da tarde. Além disso, tem Rebelde que estréia dia dois de Setembro, às nove e quinze da noite, sendo assim o quinto horário de novelas estrangeiras no SBT, com quatro reprises e uma inédita. Sem contar que assim que terminar Chiquititas a emissora pretende produzir mais um texto da Televisa: Patinho Feio, dessa forma, se nada mudar até lá o SBT terá seis horários de novelas oriundas da gigante mexicana. Sempre fui fã das novelas mexicanas, fiquei muito feliz com a volta da parceria, mas acho um grande exagero esse número de novelas. Bastaria uma mexicana inédita e outra repetida à tarde, Rebelde e um remake, como foi feito com Carrossel, com atores brasileiros, às oito e meia da noite. Fico por aqui, um abraço a todos e até a próxima.

* Gilmar Moraes

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários :

  1. O sbt não tem competencia p/ contratar bons autores de novelas,tem que se contentar c/ essas novelas mexicanas.

    ResponderExcluir

.