FLOR DO CARIBE: Igor Rickli fez do limão uma limonada

Não é nada fácil estar exposto à crítica, ainda mais “estrear” na TV como uma das estrelas de uma telenovela da Globo. Entre aspas porque o ator em questão já havia feito uma participação em “A Vida Alheia”, da mesma emissora.

Igor Rickli foi extremamente criticado por sua atuação em “Flor do Caribe” desde a primeira cena no folhetim de Walter Negrão, onde interpreta o vilão Alberto. Diziam que não tinha expressão e mal abria a boca para falar – tipo Murilo Benício.

No caso tudo o que foi dito sobre o ator fazia sentido. Ele realmente se mostrava muito fraco para viver um dos pilares de “Flor do Caribe” e essa deficiência ficava ainda mais visível por ele contracenar com Henri Castelli, que engana bem mas nunca teve uma desenvoltura espetacular.

A Globo se movimentou e colocou profissionais para auxiliarem Rickli. Em pouco tempo foi possível notar a evolução do ator e, hoje, é admirável constatar o quanto ele cresceu. Nem parece o mesmo Alberto dos capítulos iniciais, realmente rouba a cena.

Os espetáculos habituais de Rickli costumam acontecer especialmente quando contracena com Claudia Netto, atriz que sacudiu a trama desde que Guiomar chegou em Vila dos Ventos. Os dois juntos arrasam, sempre!

Marcantes as cenas em que Alberto descobriu a verdade sobre seu pai ou quando pediu colo à mãe, no sábado. Nesta segunda, novo show de atuação: em um momento estava depressivo, no outro, foi atiçar Hélio contra seu avô.

“Flor do Caribe”, a coluna já disse isso, é a melhor novela no ar. O texto de Walter Negrão se torna ainda mais especial nas mãos desse elenco formidável!

Mas o caso de Igor Rickli merece um reconhecimento à parte, pois ficou claro que ele fez do limão uma limonada. Absorveu as críticas e cresceu.

Um exemplo a ser seguido!

* Publicado originalmente em A TV Em Cena

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

4 comentários :

  1. Concordo absolutamente! O enredo de Flor do Caribe é tão envolvente que torna possível suportar Henri e Grazi. E que evolução do Igor Rickli, foi de desprezível à admirável Sou muito fã, adoro vê-lo em cena.

    ResponderExcluir
  2. A participação do Igor não foi em "A vida da gente", mas em "Vida alheia".

    ResponderExcluir
  3. A participação do Igor não foi em "A vida da gente", mas em "Vida alheia".

    ResponderExcluir

.