Sangue Bom: a novela das paralelas

Sangue Bom estreou coberta de expectativas porque é uma trama da dupla Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari, autores do remake de Tititi, que foi um grande sucesso. Um outro fator é que em termos de audiência Guerra dos Sexos não foi bem e então se esperava que sua substituta conseguisse aumentar os índices. Conseguiu, em 1 ou 2 pontos. A emissora certamente esperava mais, muito mais.

Sangue Bom é uma novela em que as tramas paralelas são mais fortes que a central. Pecando pelo excesso de personagens, seis atores foram escalador para serem protagonistas. A história dos seis personagens é completamente confusa, cheia de vai-e-vem de casais, o que fez com que o público não se identificasse com nenhum deles. Agora, faltando cerca de um mês para terminar, é que os casais parecem mais definidos.

A mocinha Amora que muitos dizem que é dúbia, na verdade é ruim mesmo. Trocou exame de DNA, pôs fogo e depois pichou a ONG da irmã, dentre outras coisinhas, e além de tudo é uma mala sem alça e sem rodinha. Não dá para ter simpatia por um ser desses. Já nas tramas paralelas encontramos personagens carismáticos como: Mulher Mangaba, Lucindo, Damaris, Tina, Érico, Renata, Charlene e cia limitada, sem contar que nos núcleos paralelos estão as críticas muito bem feitas ao meio artístico. O caso do Felipinho mesmo ilustrou muito bem o preço da fama e como muitas vezes a vida pessoal do artista é invadida de forma cruel.

Por fim, mesmo com essas boas tramas paralelas, Sangue Bom terminará como mais uma novela mediana das sete. Faltou aos autores olhar para sua própria obra. Tititi era recheada de humor, críticas, metalinguagem, mas somado a tudo isso tinha o mais importante para uma novela: uma trama central forte, definida e bem amarrada. Nisso Sangue Bom ficou devendo. Mas mesmo com esses problemas vale muito a pena assistir a novela. Fico por aqui, um abraço a todos e até a próxima.

* Gilmar Moraes

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

2 comentários :

  1. Concordo. O pior é que algumas boas tramas paralelas não tem o espaço necessário para serem bem desenvolvidas em Sangue bom. Com isso muitas coisas interessantes acontecem de forma quase escondida na novela.

    ResponderExcluir
  2. Você tem toda razão. Muita coisa passa despercebida por isso.

    ResponderExcluir

.