Com Gerson Brenner, Rodrigo Faro emociona sem apelar

Encontro emocionante!
Assisti a passagem do ator Gerson Brenner pelo O Melhor do Brasil com certo receio, afinal, trata-se da Record e, bem sabemos, a chance de apelar pro sensacionalismo é sempre grande. Mas eu queria, assim como muitos, rever Brenner, um dos grandes galãs das telenovelas da década de 90, afastado do vídeo depois de uma grande tragédia.

Confesso que me surpreendi. Foi tudo muito rápido, sem apelação. E emocionante.

Foi difícil vê-lo nesse estado. Obviamente um médico e a própria esposa vão dizer que existe evolução, mas, depois de 15 anos, pra gente, parece pouco. Pouco diante da expectativa/desejo de vê-lo recuperado.

Essa vida da gente não é bolinho.

Mas, no meio disso tudo, foi bom vê-lo sorrindo, confiante, e tentando vencer essa dura batalha.

Ponto para Rodrigo Faro, qualquer outro apresentador teria exploraro um pouco mais a situação. Talvez, por não ter feito isso, a família tenha liberado.

E que Deus abençoe Gerson Brenner!

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

3 comentários :

  1. Eu achei ele aproveitador,'dando' uma gugu ,como ele tem feito em todos os seus programas,além de imitar o 'quadro' 'agora ou nunca' do 'caldeirão'.

    ResponderExcluir
  2. Eca!! Faro me dá ânsia de vômito! Não suporto essa família do Brenner, que quis colocar a filha do ator no olho da rua e proibiu o pai de estar no aniversário de 15 anos da filha, mesmo o Brenner querendo a família vetou! Bem que a Record podia pegar o Faro e sua mulher, aquela 'apresentadorazinha' robôtica do Zapping na Record News, embrulhar os dois e mandar pra marte! Casalzinho que me dá nojo!

    ResponderExcluir
  3. Nem assisti o programa, mas tenho certeza de que apelou e muito. Se Gerson Brenner está bem com a família, deixe ele lá, quietinho. É lógico que mostrá-lo do jeito que está hoje, por si só, já é apelação.
    Se o programa já é feito de cópias e coisas mascaradas, porque assim do nada vai ter algo interessante. E ainda na Recurd? Aham, senta lá, Cláudia. A mim não engana!

    ResponderExcluir

.