Novo "Video Show" tem Zeca Camargo exagerado - e nada de novo


A Globo estreou na última segunda-feira (18), após muitas especulações, o novo formato do “Vídeo Show”, agora sob o comando do jornalista Zeca Camargo. De início, a impressão que Zeca, que já era considerado exagerado no comando do “Fantástico”, resolveu se soltar ainda mais no vespertino. Berra, se agita, não para de se mexer e trata os convidados como se fossem estrelas de Hollywood, tamanha é sua vibração.

Exagera ainda mais quando lhes oferece a ‘calçada da fama’ do programa, como se fosse uma grande novidade – e se contorce como se realmente fosse a calçada original. Em resumo, nesse ponto, o “Vídeo Show” empata com a versão anterior: Zeca mantém a mesma ‘falsa simpatia’ de André Marques e Ana Furtado. Não existe naturalidade.

E é aí que entra um detalhe, dessa vez mais óbvio: o “Vídeo Show” perdeu, e muito, com a saída de Miguel Falabella. Ninguém é insubstituível, entretanto, na televisão, algumas figuras marcam em determinadas atrações e, por isso, comparações são inevitáveis. Não a toa Falabella até hoje é apontado como o melhor apresentador do programa.

No quesito conteúdo, nada de novo. O formato lembra bastante as edições especiais de sábado, comandadas pelo próprio Falabella, com a presença de um auditório. A diferença é a ausência do quadro ‘Teletrívia’, que mais tarde gerou o “Vídeo Game”, com Angélica – esse, aliás, o último bom momento da atração nas tardes da Globo.

Enquanto Zeca conversa com os convidados, um a cada edição, as matérias produzidas pelos repórteres vão entrando sem serem anunciadas, como se não fizessem parte de um mesmo produto. Não estão amarradas. E também, até aqui, não agregaram nenhuma novidade. É mais do mesmo.

Depois de tanto barulho, da aquisição de ex-MTV  que foram contratados com a missão de trazer um frescor ao “Vídeo Show”, isso ainda não aconteceu. Ou a Globo barrou, ou… é o que tem pra hoje.

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

3 comentários :

  1. E p/ acabar de piorar seu convidado de hoje foi o Marcelo Adnet.Os dois disputando qual era o mais chato e sem graça.

    ResponderExcluir
  2. Oi Endrigo! Em vista do que foi os últimos apresentadores apadrinhados pelo Boninho, o Zeca Camargo até que é melhor, mas ainda está muito forçado, exagerado demais. Ele tem que trabalhar isso e fazer com que o palco dialogue melhor com as matérias. Saudades eternas do Falabella, Cissa Guimarães e a Renata Ceribelli. Foi a melhor fase do Vídeo Show!

    ResponderExcluir
  3. Ah, realmente, o Miguel Falabella foi o melhor apresentador que o Video Show já teve, mas o André Marques e a Angélica também eram ótimos.
    Porém, pra mim, a melhor fase que o Video Show já teve foi a fase ao vivo. Muito mais legal. Víamos tudo em tempo real, com direito às falhas, que tornavam tudo mais engraçado, havia um rodízio de apresentadores, que davam maior agilidade ao programa, e tínhamos a chance de ver os artistas mostrando suas verdadeiras faces, com foi quado Suzana Vieira destilou sua arrogância ao tomar o microfone da Geovanna Tominaga.

    ResponderExcluir

.