Público é 'injusto' com "Aprendiz - O Retorno"

Roberto Justus

Acho que Roberto Justus é do tipo que ‘se acha’. O empresário retomou o reality show, que estava sendo comandado por João Dória Jr. e, nada modesto, disse que o formato tinha sua cara e que o público pedia seu retorno. Curioso observar que a atual edição já tem a pior audiência da história, desde a estreia na Record.

Se o público queria tanto, por qual motivo a audiência não responde? Tá, concordo, apesar disso, que o reality tem sua cara. Dória não tinha o pulso firme e a coragem de ‘sambar’ nos concorrentes como Justus faz, e isso garante parte da graça do “Aprendiz”.

A atração, desde a estreia, é uma das melhores opções da Record, sempre com qualidade elevada e o tipo raro de programa em que você aprende enquanto assiste. São muitas as dicas que podem ser absorvidas através dos sermões que os concorrentes ouvem.

Nesta edição, em especial, temos um Justos ainda mais fulo pois, obviamente, por serem ex-participantes, eles deveriam estar melhor preparados para enfrentar as provas e, especialmente, as salas de reuniões. Não é o que acontece. Alguns, continuam tão crus quanto nas versões que participaram anteriormente.

O apresentador e seus conselheiros não perdoam. Suas tiradas e a dos próprios participantes geram expectativa no público, pois garante também muitos risos. Por essas e outras, não dá pra entender os baixos índices.

Dizer quer o programa entra no ar muito tarde é chover no molhado, afinal, quando foi que entrou mais cedo? Desgaste? A menos que os telespectadores tenham cansado do formato, essa hipótese também pode ser descartada, afinal, essa é uma das melhores temporadas, senão a melhor.

Talvez o fato de a concorrência estar mais competitiva, sendo que agora a Globo tem três programas na linha de shows e a Band exibe “A Liga” e “Agora é Tarde”? Muita coisa pode ser pensada, mas, ao menos uma certeza a coluna tem: “O Aprendiz” segue imperdível.




Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

4 comentários :

  1. Oi Endrigo! Na minha opinião, o problema desta edição de O Aprendiz é a mesma de Pecado Mortal. Passa muito tarde. Já passou da hora da Record reavaliar os horários das suas principais atrações. Além disso, me lembro de ter procurado no R7 o vídeo do pgm da estreia de O Aprendiz e de Pecado Mortal na íntegra e não encontrei. Dias depois, vi um vídeo com o resumo de minutos e achei isso um desrespeito com o internauta-telespectador. É o primeiro Aprendiz que não assisto de todas as temporadas. E Pecado Mortal, só vejo o capítulo de quarta-feira, que passa depois da série A Bíblia. Uma constatação: mesmo assistindo a novela do Lombardi uma vez por semana, consigo entender toda a história.

    Abraço,

    http://www.cafecomnoticias.com

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Jusutus já deu. encheu o saco. um robô monótono. Tá na hora dele cuidar mais da Rafinha...

    ResponderExcluir
  4. O aprendiz é típico de programa para a tv fechada, são poucas as pessoas interessadas em business as 11:30 da noite, principalmente depois de Pecado Mortal, que diga-se de passagem tem um ibope mortal para o futuro da teledramaturgia na record.

    ResponderExcluir

.