Com "Tá Tudo Em Casa", Record tem um dos maiores acertos da temporada


Admirável o esforço da Record neste final de ano, produzindo uma série de especiais, quando a Globo, que investia pesado na programação de festas, andou relaxando um pouco. Bacana, também, usarem o mesmo expediente da concorrente.

No caso, uma cópia inteligente. Melhor que lançar um produto e ter que tirá-lo do ar por conta da baixa audiência, é promover a novidade enquanto especial e, dependendo da repercussão, apostar numa temporada maior - as atrações que serão exibidas em dezembro concorrem à uma vaga na programação 2014, em formato de série.

Na semana passada, achei que estava quase tudo no ponto em "A Nova Família Trapo". O elenco foi bem selecionado e o texto estava inspirado, repleto de referências. No entanto, não estava divertindo. Faltou uma pimentinha.

Situação diferente ocorreu com "Tá Tudo Em Casa", veiculado neste domingo (8). O balanço foi extremamente positivo com relação ao texto, escalação dos intérpretes e direção. Bastante ágil, o especial teve diversas jogadas de câmeras. Estava bem movimentado e atraente.

Bem verdade que usaram um recurso da série "Modern Family" - aquelas conversas dos personagens com a câmera/telespectador -, mas a bagunça, no entanto, é comum à toda família e, neste caso, não dá pra comparar com outras produções.

O roteiro estava pra cima, bem sacado, atual e, desta vez, Letícia Dornelles não ficou devendo no quesito humor. Até aqui, é a favorita da coluna para uma continuidade no ano que vem.

Mas fica uma ressalva: também vale a pena investir em "A Nova Família Trapo". Com alguns ajustes, pode se tornar uma boa opção no cambaleante universo do humor televisivo.

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

.