As várias mortes de personagens femininas em "Amor à Vida"


Atendendo ao pedido do leitor Gustavo Henrique, vamos falar da morte das mulheres em Amor à vida. Realmente só mulheres morreram na trama. A enfermeira interpretada pela Nathália Rodrigues, a Nicole, Alejandra, Mariah e, por último, a Glauce. A Ciça não morreu, pois tem mais vidas que um gato. Até tentam, mas a mulher não morre de jeito nenhum.

A enfermeira morreu porque sabia demais e porque a personagem não tinha muita função na novela. A Nicole, essa seria a exceção porque até hoje não dá para saber se a personagem morreria originalmente ou se foi uma mera vingança do autor, que às vezes parece mais rancoroso que a Aline. A Alejandra cumpriu sua missão. Era tão mala quanto o Ninho e duas malas seriam demais e, depois de conseguir mandar a Paloma para cadeia, também ficaria sem função. Por isso confessou a armação e morreu.

A morte da Mariah, a tia da Aline, dará um gás na novela já que uma hora vão descobrir que ela morreu, vão atrás do culpado e isso vai render, ou seja, tudo que um autor precisa e gosta. Por fim a Glauce, personagem que foi importantíssima na novela e cuja história rendeu muito. Depois daquela revelação bombástica de que ela foi culpada da morte do bebê e da primeira esposa do Bruno, ela também ficaria sem função já que quem tinha tudo para ser seu grande parceiro nas maldades, o Félix, está trilhando o caminho da redenção. Dessa forma o autor deu a ela uma morte triunfal, aquela despedida com o Félix foi uma das cenas mais impressionantes que já vi.

São muitas mortes, mas o elenco é numeroso e essa limpa é natural. O fato de serem personagens femininas é uma coincidência, já que, como foi citado acima, tirando a Nicole, todas morrerem por que a história delas acabou ou por algum motivo que está servindo ou que servirá para movimentar a novela. E tem um outro fator: morreram muitas mulheres, mas também são as que mais tem destaque: Paloma, Aline, Márcia, Amarilys, Pilar, Linda, Bernarda, Valdirene. Todas elas tem histórias próprias. E pra elas terem história necessitam dos homens, que são em quantidade menor na novela e eis um dos motivos para terem sido poupados. Já do lado masculino, não há tantos destaques assim. Se não fosse o Félix e alguns outros poucos personagens masculinos, a novela seria completamente dominada pelas mulheres. Fico por aqui, um abraço a todos e até a próxima.

* Gilmar Moraes

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

3 comentários :

  1. Não pode ser só coincidência. Aí tem coisa. Agora, preciso comentar aqui que a novela ganhou fôlego e voltou a ficar imperdível. Eu tenho a convicção de que um Felix bom, desde o começo, ácido e "má" só nos comentários teria sido um acerto.

    ResponderExcluir
  2. O seu ponto de vista me fez entender melhor essa confusa e interminável história de Walcyr. Continuo curtindo os posts! Obrigado pela postagem e um grande abraço aos administradores da página!

    ResponderExcluir
  3. Obrigado você Gustavo, por nos prestigiar. E Gonzo também acho que o Félix mal só nos comentários teria sido melhor, mas do jeito que está também não está ruim. O Walcyr está sabendo conduzir a redenção com uma certa naturalidade. Gilmar JM

    ResponderExcluir

.