Em reta final, “Joia Rara” tem capítulos imperdíveis


A sensação para os telespectadores de “Joia Rara” é que, desde o acidente que tirou Sílvia (Nathália Dill) de circulação entre os principais personagens da história, a novela escrita por Thelma Guedes e Duca Rachid entrou numa fase de capítulos imperdíveis.

De lá pra cá, a personagem perdeu a memória, se viu enganada por Manfred (Carmo Dalla Vecchia) e, com as lembranças recuperadas, contribuiu para a internação do vilão. Nesse meio tempo, Sílvia, que também era do núcleo da maldade, acabou ganhando a torcida do público ao se regenerar. Assim como Ernest Hauser (José de Abreu), antes temido e que agora tenta convencer a todos que virou um bom homem. Nem sempre o público compra essa ideia, mas tanto Nathália quanto Abreu nos fizeram acreditar na nova fase de ambos.

Mas essa é a ponta do iceberg, afinal, todos os núcleos da produção estão repletos de acontecimentos, dos mais interessantes e instigantes, com direito a Ernest movimentando a mansão, que voltou a ser sua, o cortiço, a fundição…

É mais um excelente trabalho da vitoriosa carreira de José de Abreu, que já vinha de um vilão, o Nilo de “Avenida Brasil”. Ele conseguiu dar um tom totalmente diferente ao milionário da novela das 18h.

O ator, Ana Lúcia Torre e Carmo Dalla Vecchia têm protagonizado sequências que certamente serão listadas dentre as melhores de suas carreiras. Dalla Vecchia, especialmente, tem em mãos o personagem de sua vida.

É difícil, no entanto, destacar atores num folhetim onde todo mundo soma, da pequena Mel Maia aos intérpretes dos monges. Mesmo os que têm papeis menores, fazem diferença.

Redonda, “Joia Rara” vai sair do ar como uma das melhores telenovelas do horário e, tal qual “Lado a Lado”, tem chance de faturar o Emmy Internacional — a coluna, em dezembro, cravou que era a melhor em exibição. Merece a torcida!

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários :

  1. Minha novela favorita atualmente
    Um pouco antes do acidente de Silvia não perco é mara.
    Ass Cláudia Taissa

    ResponderExcluir

.