Natália Dill, Bruno Gissoni e a repetição de papéis


A lista é grande, mas escolhi esses dois atores porque o caso deles é curioso. Natália Dill começou em Malhação e coincidentemente, Bruno Gissoni também. Ambos foram protagonistas de suas respectivas temporadas. E que mais eles têm em comum? Respondo: ambos fazem papéis parecidos há 3 novelas.

Depois de Malhação Natália Dill foi a protagonista de Paraíso e também de Escrito nas Estrelas. Apesar de ser protagonista nas duas novelas, as personagens eram bem diferentes uma da outra. A repetição começa em Cordel Encantado. Nessa novela a atriz fez o terceiro elemento do triangulo amoroso, aquele elemento que está ali só para atrapalhar o casal. Depois, em Avenida Brasil, fez o mesmo tipo de papel. Ficava entre a Nina e o Jorginho. Agora, em Joia Rara, idem, ficou entre o Franz e a Amélia, no início da trama. Curiosamente esses terceiros elementos de triângulos amorosos de novelas, quase sempre, são vilões e as personagens que ela interpretou não eram vilãs. Até a Silvia de Jóia Rara, que era para ser uma típica vilã, acabou não sendo. Já o Bruno Gissoni depois de Malhação está na sua terceira novela, fez Avenida Brasil, Flor do Caribe e agora Em família e em ambas viveu, no caso da atual ainda vive, um filho adotivo.

É claro que o fato de algumas novelas citadas serem de um mesmo núcleo ou de das mesmas autoras, no caso da Natália, contribui para essas coincidências,  mas não deixa de ser curioso e ao mesmo tempo preocupante já que são produções seguidas em que a emissora não teve o cuidado nem de variar o  tipo de personagem dos atores. E olha que só foram citados 2 exemplos. Fico por aqui, um abraço a todos e até a próxima.

* Gilmar Moraes

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

.