Com "Aprendiz — Celebridades", Record não baixa o nível por audiência


A Record tem com o "Aprendiz — Celebridades" o maior acerto da temporada 2014. Um programa distante do jornalismo policial ou "fora do pino", como as reportagens absurdas veiculadas por atrações como "Balanço Geral" e "Domingo Show". Também extremamente superior ao que é veiculado em "A Fazenda".

"A Fazenda" sempre é focada em nomes polêmicos e, na edição passada, teve momentos desnecessários, como as cusparadas. A equipe do formato sempre se vangloria de que seus peões têm atividades diárias, diferente do pessoal do "BBB", mas não passa disso. Eles não provocam atritos entre os confinados, como ocorre no canal concorrente. Ficam assistindo pra ver o que acontece, essa é a impressão.

Mas, no caso de "O Aprendiz", que desde seu lançamento lá fora é um dos programas de realidade mais inteligentes da TV — dá a possibilidade de o telespectador absorver as dicas do apresentador ou de seus conselheiros —, a ideia de trazer rostos conhecidos, que também já foi explorada fora do país, é um ganho.

Primeiro porque o máximo de polêmica existente está na passagem de Beth Szafir, rainha dos palavrões e que sempre bate de frente com Roberto Justus — e costuma soltar um risinho com o canto da boca que é sensacional, enquanto o empresário fala, mesmo que esteja bravo. Não existe baixo nível, diferente da "Fazenda". E Justus havia declarado que não faria isso por audiência.

Um acerto também em razão de ser mais fácil torcer por alguém que você já conhece, não existe a necessidade de descobrir qual é a de fulano ou sicrano, se está "sendo ele mesmo" ou não — sim, logicamente existem famosos com duas caras, mas aí são outros quinhentos.

EXCLUSIVO: “Não queria sair com uma imagem que não é a minha”, crava Maria Cândida sobre “Aprendiz — Celebridades” 

Por fim, os números são superiores aos da edição anterior, quando o reality de negócios teve a pior audiência de sua história. Se antes sofria para dar 3 pontos, hoje registra o dobro e está brigando pela segunda posição com o SBT. Não é um sucesso, mas reverteu a trajetória de queda. Também diferente de "A Fazenda", que como o "BBB" perde público a cada nova edição.

Talvez se a Record tivesse apostado em exibições às quartas, o barulho tivesse sido um pouco maior. No entanto, apesar disso, o saldo é positivo.

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

.