Vilões macabros de novelas mexicanas que não atingiram audiência expressiva


O SBT exibe novelas mexicanas há mais de 30 anos e, dentre elas, a trilogia das Marias de Thalia, A usurpadora e Carrossel se tornaram célebres. Outras obtiveram um resultado mediano e outras não se saíram bem, não agradaram ao grande público. Dessas  tirei cinco vilões de arrepiar, que cito agora:

1- Bertha de Aragão. Novela: Feridas de Amor. Exibida nas tardes do SBT em 2006. Bertha de Aragão, tia Bertha era a tia que ninguém queria ter. Tinha como aliado um cão, que usava como arma, ou seja, um cão acompanhando o outro. A atriz atuava, na mesma época da novela, em uma peça de teatro o que fazia com que sua personagem se ausentasse algumas vezes. A desculpa era que tia Bertha estava viajando. Essas viagens eram um alívio já que quando tia Bertha estava por perto todos corriam risco.

2- Joselyn. Novela: Mundo de Feras. Exibida nas tardes do SBT em 2007. Bela, loira e má, má só não, má ao cubo. Dessa só vou citar uma das várias atrocidades que  ela cometeu: matou o próprio filho só para atingir ao marido. Era a fera mais perigosa do Mundo de Feras.

3- Atílio Montenegro. Novela: Mariana da noite. Exibida no tradicional horário das 8 e 30 da noite do SBT em 2006. O coisa ruim teria medo deste homem. Ele simplesmente matava todo e qualquer homem que se aproximava de sua enteada, Mariana, por quem era completamente apaixonado. E não foram poucas as mortes causadas por ele.

4- Marcial. Novela: no Brasil: No limite da paixão, no México: Entre el amor e y el ódio. Exibida entre 2003 e 2004 entre 6 e 7 da noite pelo SBT. Além de algumas mortes o canalha aí fazia uma coisa que ficou gravada na minha memória: enganava uma senhora, muito boazinha, que lhe considerava um filho. Trocava objetos de lugar, inventava coisas e dizia que ela havia falado, tudo para fazer com que a senhora ficasse louca e lhe deixasse uma herança. Adianto que o plano não deu certo.

5- Octávio. Novela: Na própria carne. Essa novela por si só já é curiosa. É uma trama de 1990/1991 que o SBT exibiu somente em 1997 nas tardes de sábado. A novela, exibida uma vez por semana, tinha 3 horas de duração. O vilão era um homem que usava uma mão mecânica e com ela matava e matava muito. Era tenebroso e ainda, pra completar o clima, colocavam uns instrumentais mais tenebrosos ainda. Fico por aqui, um abraço a todos e até a próxima.

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

.