"Viola, Minha Viola" comemora 34 anos com documentário histórico


O Viola, Minha Viola, da TV Cultura, completa 34 anos de transmissão ininterrupta, o que o torna o programa musical mais tradicional e antigo da televisão brasileira. Sob o comando de Inezita Barroso, a atração é o reduto da música caipira com o registro de mais de mil diferentes artistas ao longo do tempo.
 
Para celebrar essa data e dentro das comemorações dos 45 anos da TV Cultura, será exibido um documentário musical com grandes atrações do programa. Em dois episódios, o primeiro vai ao ar na madrugada do dia 23/6 (segunda-feira), à 01h, e o segundo na madrugada do dia 30/6 (segunda-feira), à 01h.
 
“Essa seleção é uma viagem na história da música. E torcemos para que seja uma viagem nas próprias lembranças do público. Vamos relembrar tudo isso com a viola no peito, o pensamento no passado, mas também com o olhar para o futuro”, diz Inezita Barroso.

O acervo do Viola, Minha Viola foi selecionado especialmente para esse documentário e traz imagens famosas, como Tonico e Tinoco (1982), o encontro de Tião Carreiro com Almir Sater (1992) e o repertório caipira de Chitãozinho e Xororó (2011). 
 
Há ainda raríssimas imagens. É o caso das interpretações de Adauto Santos com Solange Maria (1993) e de duas rodas de viola: a primeira de 1994 com os violeiros Tião do Carro, Gedeão da Viola, Zé Garoto e Mazinho Quevedo; a segunda em 1996 com Pereira da Viola, Ivan Vilela, Roberto Correa, Paulo Freire e Braz da Viola. O trabalho de pesquisa buscou destaques musicais a partir de um universo de 1550 diferentes programas.
 
Criado pelo produtor Eduardo Moreira em maio de 1980, o Viola, Minha Viola começou com a apresentação do radialista Moraes Sarmento e do compositor Nonô Basílio. Mais tarde, Inezita Barroso passou de cantora convidada para apresentadora. Hoje, o Viola, Minha Viola é uma das maiores audiências da TV Cultura e um dos programas mais retransmitidos por afiliadas e emissoras parceiras em todo o Brasil.

A abertura das duas partes do documentário é feita por um clipe de imagens com a locução do apresentador Alfredo Alves, uma das vozes mais conhecidas da Rádio e TV Cultura.
 
Estão no repertório da primeira parte do programa as seguintes músicas e seus respectivos intérpretes:

Índia, por Cascatinha e Inhana (1980)
Curitibana, por Tonico e Tinoco (1982)
Cabocla Tereza, por João Pacífico, Inezita Barroso e Adauto Santos (1986)
Jeitão Caipira, por Liu e Léu (1985)
Amanheceu, Peguei a Viola, por Renato Teixeira (1989)
Porta do Mundo, por Peão Carreiro e Zé Paulo (1990)
Seleção de Pagodes, por Almir Sater e Tião Carreiro (1992)
Festa no Lugar, com Pereira da Viola, Ivan Vilela, Roberto Corrêa,
Paulo Freire e Braz da Viola (1996)
Volta da Guira Campana, por Helena Meirelles (1997)
Guacyra, por Inezita Barroso e Robertinho (1998)
Poeira, por Duo Glacial (2000)
Cowboy de Rodeio, por Nalva Aguiar (2002)
As Andorinhas, por Trio Parada Dura (2004)
O Menino e o Cachorro, por Abel e Caim (2006)
Gente de Minha Terra, por Chico Rey e Paraná (2009)
Fogão de Lenha, por Chitãozinho e Xororó (2011)
Dia de Visita, por Daniel e Moacyr Franco (2012)
 
Serviço
Viola, minha viola
Parte I
Exibição: madrugada do dia 23/6 (segunda-feira), à 01h
Parte II
Exibição: madrugada do dia 30/6 (segunda-feira), à 01h

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

.