"Cinquenta Tons de Cinza" tem sexo like Emanuelle, mas é melhor que o livro


Eis que assisti ao filme Cinquenta Tons de Cinza.

Não estava no script, já que fui ao cinema para conferirCaminhos da Floresta, com Meryl Streep. No entanto, uma promoção maluca fez o shopping lotar e a fila para ingressos estava gigante

Resultado? Não dava pra assistir Caminhos pois consegui chegar à bilheteria quando o mesmo já havia iniciado há 15 minutos.

Já estava ali, vi 50 Tons.

Não havia me interessado pois, como já disse aqui, achei o livro uma baboseira.

Tem um início muito bom, depois, fica repetitivo.

Impossível aturar Anastacia falando 500 vezes de sua deusa interior, plástico laminado, cheiro do Grey... ou as mil mordidas no lábio que ela dá e o deixa louco.

Mas, num filme com duração de duas horas, essas situações foram suprimidas. Virou uma comédia romântica com um pouco de sexo. E um sexo tipo os filmes da Emanuelle.

E até que mostram bastante coisa, esperava menos para um longa com classificação 16 anos.

O final é irritante. Tem continuação, né? Por isso.

Sei que eu teria ganho muito mais com Meryl, mas, já que só tinha tu, com o Bob Esponja eu não terminaria a noite... rs

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

.