"Master Chef" volta com patadas, emoção, humor e lidera


Master Chef, o melhor programa de 2014, está de volta, e a estreia não ficou devendo em nada aos episódios sensacionais do ano passado.

Paola, Jacquin e Fogaça detonaram alguns dos convidados sem dó nem piedade, como já virou costume. E não poupam ninguém: apesar de afirmar que estava surpresa diversas vezes, Paola sequer deu uma chance à mulher que não tinha uma das mãos.

Mas ela vai participar, já que os outros dois deram aval. Será realmente incrível poder conferir as habilidades dela, provando que pode sim ter oportunidades independente de suas limitações — no caso, a falta de uma mão não a limita.

Emocionante também a história do ex presidiário. Uma coisa que gosto bastante no formato é isso: é a partir do que eles contam sobre a vida é que vamos nos apegando. Vira novela.

O programa liderou por 2 minutos e foi vice por longo período. A estreia pontuou melhor que a do ano passado. Merecido! Uma das poucas coisas que a Band produz que ainda valem a pena...

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários :

  1. Tomara que a Band não pise na bola e perca um ou dois ou três dos jurados (que são a razão do sucesso do programa). Parece que o pessoal lá é bom nisso, de encher o saco de gente talentosa e eles caírem fora em seguida.

    ResponderExcluir

.