"Era melhor parar para preservar a memória e a amizade", diz Péricles sobre Exaltasamba


“Samba... Vou vivendo dele pois ele vive em mim”. É com essa frase que Gabi apresenta o cantor e compositor Péricles. A entrevista vai ao ar no próximo domingo, dia 26 de junho, às 23h, no GNT. Depois do sucesso com grupo Exaltasamba, o cantor foi em busca de uma carreira solo e agora está lançando o seu mais novo disco, “Feito para Durar”.

Com 30 anos de carreira, Péricles já passou por várias profissões muito diferentes umas das outras, como cabelereiro, sapateiro e metalúrgico, mas faz questão de dizer que a música sempre fez parte de sua vida. Apesar de sua extensa trajetória, ele diz que ainda tem muitos planos pela frente. “Estou lançando meu primeiro CD solo em estúdio. Um dia quero gravar em inglês, pensando no mercado exterior. Quero poder desenvolver meu trabalho de uma forma que eu venha a ganhar um Grammy, já que nós ganhamos com o Exaltasamba”, afirma.

O cantor fala sobre a separação do grupo e admite que o início de uma carreira solo deu medo. “Foram 25 anos e chegamos em um ponto que era melhor parar por ali para continuarmos tendo esse respeito, preservar a memória e a amizade''. Com isso, ele diz ainda que precisou buscar uma melhor maneira de se apresentar para o público. “No palco hoje, por exemplo, me mexo mais, danço, procuro interagir”.

Péricles e Gabi conversam também sobre os preconceitos que ele já sofreu pela sua cor e por seu peso, a relação com a mãe na infância, casamento e até sobre sua participação na dança dos famosos do programa do Faustão, da Rede Globo.

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

.