MasterChef: A emocionante despedida de Iranete



Somente ontem à noite assisti ao MasterChef. Como já disse, o programa está terminando muito tarde e, diante de tanto embromation da Band, optei por ver depois e com a vantagem de fazer isso sem intervalos.

Na semana passada, consegui ficar sem saber quem havia sido eliminado. Desta vez, com a polêmica envolvendo Ana Paula Padrão, não foi possível. Ela foi acusada de preconceituosa e, depois, a emissora teve que postar a íntegra da conversa dela com a eliminada pra ficar provado que a edição feita pela equipe do reality prejudicou a jornalista.

Mas isso é o de menos. É necessário falar desse episódio porque a despedida de Iranete foi muito bonita. É de se admirar que ela tenha permanecido tanto tempo, mas é preciso reconhecer que apesar de não ter a essência de um grande chef, é carismática.

E bem diferente de Cristiano, que preferiu agir de forma pequena e, somente por ela ter escolhido iguaria x, passou a falar mal da concorrente dia sim e no outro também. Depois de conhecê-la melhor, voltou atrás.

E foi esse o ponto alto do programa. Cristiano, que teve uma atitude comum do lado de cá, pois todos vez ou outra agimos impulsivamente, soube baixar guarda e foi às lágrimas por causa da ex-inimiga. Depois de tudo, disputaram a permanência lado a lado. E ele ficou.

Nem Paolla Carosella aguentou. Foi um dos melhores momentos das duas temporadas. Emocionante!

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

.