Som Livre lança álbum 50 Anos TV Globo


A TV Globo comemorou este ano seu 50º aniversário em um show realizado no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, em abril. A música serviu de pano de fundo para as performances que narraram a trajetória da emissora e o álbum “50 Anos TV Globo”, lançado pela Som Livre este mês, traz as canções que marcaram a comemoração, cantadas por grandes nomes da música nacional.

O show é aberto com as instrumentais “Um Novo Tempo” e “Typewriter”, do compositor americano Leroy Anderson, executados por uma orquestra que acompanha a maioria dos artistas em suas apresentações. Em seguida, a Banda Malta, vencedora da 1ª temporada do programa SuperStar, canta o sucesso de Raul Seixas “Metamorfose Ambulante”, dando início a uma viagem pela trilha sonora de clássicos da teledramaturgia brasileira.

Primeiro, Manu Gavassi canta “Teletema”, da novela Véu de Noiva (1969). Depois é a vez de Gaby Amarantos com “Ex Mai Love”, de Cheias de Charme (2012). Ednardo relembra “Pavão Mysteriozo”, tema das duas versões de Saramandaia (1976 e 2013), e Latino solta a voz em “Me Chama Que Eu Vou”, sucesso de Rainha da Sucata (1990). Roupa Nova recorda “Dona”, tema de Roque Santeiro (1958) e do memorável casal formado por Viúva Porcina e Sinhozinho Malta.

Thiaguinho apresenta “Pecado Capital”, de Paulinho da Viola, que deu nome à novela exibida em 1976, e Mart’nália canta “Pra Que Chorar”, tema de Babilônia (2015). “Brasil”, sucesso de Vale Tudo (1988), é revivida por Paulo Ricardo. O tema de Dancing Days (1978) é cantado por seis participantes do The Voice Brasil, intituladas de New Frenéticas: Myra Calado, Bruna Góes, Sandra Honda, Nathalie Alvim, Jullie e Samya Nalany. Gusttavo Lima relembra o fenômeno Avenida Brasil (2012) com a música “Vem Dançar Com Tudo (Vem Dançar Kuduro)”.

MC Gui também participa do álbum com seu hit “Sonhar”, em alusão às iniciativas sociais da Globo ao longo dos anos. Em seguida, o grupo Timbalada lembra a novela Renascer (1993) com a canção “Parabolicamará”. Anitta e Projota, ao som de “O Carimbador Maluco”, do especial Plunct, Plact, Zum (1983) revivem momentos marcantes dos programas infantis na emissora. Os seriados também foram homenageados: a Banda Calypso toca os temas de abertura de Tapas e Beijos (“Entre Tapas e Beijos”), Os Normais (“Você É Doida Demais”) e Pé na Cova (“Disque Fui!”).

O “Tema da Vitória”, canção instrumental de autoria do maestro Eduardo Souto Neto e que acompanha as transmissões da Fórmula 1, é regida por João Carlos Martins com participação de Lulu Santos, com solo de guitarra. Depois, um musical com os cantores Michel Teló, Seu Jorge e Sandra de Sá reproduz momentos marcantes dos personagens do núcleo humorístico da emissora. Ainda no clima de humor, a orquestra toca a “Abertura Dos Trapalhões (Tema dos Trapalhões)”.

Jota Quest faz parte do álbum cantando “Do Seu Lado” e Roberto Carlos aparece com o clássico “Emoções”. Juntos, Luiza Possi e Chay Suede dão voz a um musical em homenagem às emblemáticas aberturas do “Fantástico”. O show que comemorou os 50 anos da TV Globo é encerrado com uma versão de “Um Novo Tempo”, a tradicional canção de final de ano da emissora, tocada pela orquestra e pelo Coral Globo.

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

.