Amores Livres de João Jardim estreia em agosto no GNT



A nova série documental do GNT “Amores Livres” estreia dia 5 de agosto. Com direção do premiado cineasta João Jardim, o programa aborda temas até então pouco discutidos pela sociedade. A atração mostra histórias de poliamor, onde pessoas se relacionam afetiva e sexualmente com mais de uma pessoa ao mesmo tempo, de forma consensual. Ao longo de dez episódios, é possível acompanhar depoimentos e um pouco da rotina de casais que abandonaram a monogamia e passaram a adotar relações livres.

“A série revela o protagonismo feminino na afirmação da possibilidade de existência de diferentes formas de relações não monogâmicas, mostrando como este movimento vem do desejo das mulheres em legitimarem relações afetivas mais verdadeiras com seus parceiros e com seu próprio corpo”, afirma João Jardim, diretor da série, que também dirigiu o longa “Getúlio” e os documentários “Janela da Alma” e “Lixo Extraordinário”.  “Amores Livres” – que é uma coprodução do canal GNT com a RIOFILME, a Copacabana Filmes e Produções e Fogo Azul Filmes – será exibida todas as quartas-feiras, às 22h30, de 5 de agosto a 7 de outubro.

No primeiro episódio, a série conta a história do casal Bardo e Fada, casados há 12 anos e pais de duas meninas. Dispostos a experimentar uma nova forma de relacionamento, há três anos eles resolveram abrir a relação e passaram a vivenciar diversos arranjos não monogâmicos até conhecerem Aline. Hoje, os três formam um trisal. “Hoje temos uma relação superavançada de poliamor, em que três pessoas que se amam procuram fazer o máximo possível para viverem juntas e felizes. Cada um na sua casa, vivendo o seu estilo de vida”, definem os três apaixonados.

A maior parte dos casais retratados na série acredita que ainda há muito preconceito da sociedade com esse tipo de relação. “Eu acho que as pessoas estão mais preocupadas em fazer com que a gente se encaixe dentro daquilo que elas esperam da gente do que com a nossa felicidade. Se as pessoas se preocupassem mais com as suas próprias vidas, e menos com a vida dos outros, seria mais fácil viver em sociedade”, afirma Aline, uma das integrantes do trisal, em seu depoimento.

Além de “Amores Livres”, João Jardim já produziu outras séries para o GNT cuja temática envolve novas formas de relacionamento familiares. “Novas Famílias” e “Família é Família”, já veiculadas pelo canal, são exemplos disso. Mostram relações que fogem das composições tradicionais e seguem os mais diferentes arranjos familiares.

Após a exibição no canal, os episódios da atração estarão disponíveis para o assinante a qualquer hora, em qualquer lugar. Basta acessar o GNT Play, - gntplay.com.br – serviço de TV everywhere do GNT no Globosat Play, um produto que reúne os canais da programadora e seus respectivos programas. No GNT Play, a série pode ser assistida em computadores, tablets, smartphones com sistema iOS ou Android. Para ter acesso ao conteúdo diretamente da televisão, os assinantes podem usar o serviço on demand das operadoras NET, GVT, Oi e Vivo.

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

.