Medinho da Globo impediu que Babilônia fosse a melhor novela do ano



Eis que Babilônia termina como a pior audiência da história das 21h. Com índices aceitáveis para às 19h, a trama perdeu em diversas ocasiões para I Love Paraisópolis e chegou ao cúmulo de empatar com O Rei do Gado e Além do Tempo.

Mas quem diria que seria assim? No primeiro capítulo, o Twitter bombou, as críticas foram positivas. Ao mesmo tempo, porém, também surgiram os comentários negativos e o início do boicote pós beijo gay, maldades e muito sexo.

Um conservadorismo que é bem hipócrita, mas que fez com que a Globo, após dar um passo importante a ponto de colocar um beijo entre iguais já no primeiro episódio, regredisse.

Miou, usou a Classificação Indicativa como desculpa e, como consequência, os autores foram obrigados a transformar Babilônia num samba do crioulo doido. Justamente quando parecia que finalmente Gilberto Braga escreveria uma novela imperdível, mais de dez anos após Celebridade.

Ficamos na vontade.

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

.