Carlos Bertolazzi exagera, mas seu tom é aceitável no Hell's Kitchen



Não vi as duas primeiras temporadas de Hell's Kitchen. Dentre os motivos, porque achava Carlos Bertolazzi exagerado demais. Além disso, o horário: nunca lembrava.

Agora com aplicativos fica mais fácil. Mas Bertolazzi segue exagerado e forçando a barra. Segundo li por aí, mais do que quando o formato tinha o nome de Cozinha Sob Pressão.

O chef não passa verdade nos berros e xingamentos. Ainda assim, apesar de estar atuando, é aceitável: isso ocorre porque ele briga quando é necessário e com motivo. O formato pede isso.

Nos outros realities, os concorrentes também têm a atenção chamada, só que não nessa intensidade. Mas, nas comparações com o pouco que vi das outras edições, ele até está menos canastrão.

No sábado, destaque para a participação de dois cozinheiros com Síndrome de Down. Eles fizeram total diferença, divertindo e dando lição de vida.

A propósito, acho que o nome ideal para o Hells seria Henrique Fogaça, but... a Band chegou primeiro, né?

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

.