MasterChef Júnior merece uma segunda temporada, mas a Band precisa aprender com os erros



Ontem, o F5 desmentiu Flávio Ricco com a notícia de que, sim, a Band garante uma segunda temporada para o MasterChef Júnior, a maior fofura da TV em 2015.

Mas muita coisa precisa ser revista, a começar pelo horário. Eu, por exemplo, me recuso ficar até 1h e vejo depois, com o risco de me deparar com notícias sobre o eliminado. Como trabalho com TV, nem sempre consigo escapar.

Além disso, o problema dos spoilers: gravam tudo de uma vez, alguém espalha e pum... vaza na imprensa até o nome do vencedor. Qual a graça? Eu mesmo não vi a final do Master adulto, achei muita palhaçada. E olha que torcia pela Isabel.

E ainda tem mais: já que a revelação é ao vivo, custa tomar mais cuidado? Ou avisem os telespectadores de que parte é em tempo real e parte gravada. Lorenzo surgir com cabelo cortado e usando roupa suja, é de c****.

Porém, mesmo diante de tantas limitações da Band, o programa foi um achado. Não repetiu o sucesso com os concorrentes "grandes", mas foi fofo, inspirador e divertido. Além disso, atualmente nem o Pânico dá seis pontos na Band...

Portanto, um sucesso.

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

.