Laços de Família: Camila merecia mais uns 500 tapas de Helena



Amo as novelas do Manoel Carlos, isso não é segredo para ninguém. Vejo, revejo, assisto novamente. Sou fã mesmo.

Do tipo que, com boa edição no Vale a Pena, veria novamente Páginas da Vida, Viver a Vida e Em Família, as três que desandaram fora do núcleo Ricardo Waddington. Mas, apesar de tudo, tiveram muitas qualidades.

E o que os folhetins têm em comum? As filhas das Helenas são insuportáveis, especialmente Joyce, Eduarda e Camila. A vontade é de esfregar a cara delas no asfalto quente.

Lucas Lucco mente em programa de TV e fala de depressão 
Chamada de lésbica, Sophia Abrahão diz que é loucura ser definida por corte de cabelo 
Danielle Winits diz que sofre preconceito por ser loira  



Elas pintam e bordam com as mães. A Camila, agora em Laços de Família, é detestável. Só conseguiu ganhar o público por causa da leucemia. Chata de doer.

Nesta semana, finalmente Helena lhe sentou a mão, mas merecia mais. Assim como Alma, que foi lhe falar um monte de desaforos na clínica.

Íris deveria pisotear ainda mais na "sobrinha". Uma novela com Joyce, Eduarda e Camila, nem precisa de vilões...


Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

2 comentários :

  1. A Camila é uma verdadeira fura-olho e é chata até dizer chega. Acho a Íris uma personagem bem inconveniente, mas ótima quando apronta com a mala. Mas das filhas da Helena citadas acho a Joyce a pior delas de longe.

    ResponderExcluir
  2. Sim, fiz um post sobre isso quando o Viva reprisou. Joyce é asquerosa.

    ResponderExcluir

.