Totalmente Demais foi um sucesso por ser novela com cara de... novela!


O título está certo, não estou delirando. Em nenhum momento Totalmente Demais quis ser seriado ou outra coisa. Sempre foi uma novela. E esse foi o grande acerto dos autores e foi o que a levou a fazer tanto sucesso.

A novela foi muito bem escrita, o elenco muito bem escalado. Foi muito inteligente mesclar atores veteranos e atores jovens, muitos recém saídos de Malhação Sonhos, dos mesmos autores. Marina Ruy Barbosa foi também um grande acerto. Sua Eliza sempre esteve no tom certo. O triângulo amoroso entre Arthur, Elisa e Jonatas cumpriu o seu papel, com cada um tendo seu devido destaque na vida conturbada da ruivinha. Só de usar o termo ruivinha, fica claro para quem sempre torci. Mas, independente de minha torcida pessoal, os dois pretendentes foram retratados de forma coesa. Os núcleos paralelos ao contrário do que acontecia em A regra do jogo, só enriquecerem a novela, servem para alguma coisa. Todos foram muito bem costurados à trama central, mas sem perder sua independência, algo difícil de se realizar.


Totalmente demais não foi uma coisa do outro mundo, em termos de conteúdo, foi simples, mas foi novela, divertiu, prendeu, emocionou, deu ao público o que ele queria. Mas não se pode esquecer que essa boa audiência só foi possível porque Alto Astral fez o público voltar ao horário das 7, I love Paraisópolis o manteve e entregou o horário em alta para Totalmente demais, que não só conseguiu manter como aumentou ainda mais a audiência. Agora é com Haja Coração, que também é uma comédia, mas com uma pegada diferente, mais escrachada. Dando uma de vidente sem poderes, creio que Haja Coração marcará uma boa audiência, até pela ótima herança que está recebendo, mas não deve superar Totalmente demais. Fico por aqui, um abraço a todos e até a próxima.

* por Gilmar Moraes


LEIA SOBRE TOTALMENTE DEMAIS:





Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

.