A estranha dublagem de Mar de Amor


Mar de amor é a substituta de Cuidado com o Anjo nas tardes do SBT. Em termos de audiência, está muito bem. Sendo assim, pelo visto, o grande público não se importa muito com a questão da dublagem que irei tratar. Fato é que a ZAP TV de Angola, na Africa, país em que se fala português também, compra novelas da rede mexicana Televisa e as dubla em um estúdio de  São Paulo. Essa dublagem  é mais barata, eis o motivo do canal angolano optar por dublar por ali. Já o SBT dubla as novelas da Televisa no Rio de Janeiro. Mar de amor, no entanto, foi dublada no estúdio de São Paulo e está causando estranheza em quem é fã das novelas mexicanas.

É preciso explicar que, ao contrário do que muitos pensam, dublagem não é tudo igual, não só pegar o texto, traduzir e pronto. Em um estúdio de qualidade fazem uma pequena adaptação nos textos para adequá-los ao nosso país. Nada grande que altere a história, o sentido, mas pequenos ajustes que fazem toda diferença. Há nomes que soariam estranhos a nós se não fossem traduzidos, adaptados. Como exemplo maior, usamos o Chaves. Fez toda diferença algumas trocas de nomes: Don Ramon para Seu Madruga. Don é o nosso seu, senhor. Em um estúdio que só traduzisse ficaria Don Ramon mesmo, não teria o cuidado de procurar algo próximo de nós. Chavo para Chaves - olha como Chaves é bem mais agradável para nossos ouvidos que Chavo. Exemplificando com novelas temos: Mary Chuy que aqui se tornou Malú em Cuidado com o anjo. Um nome comum no México é Rócio, aqui Rosa. Um estúdio de qualidade procura achar correspondente aqui no Brasil para termos irônicos ou gírias que se traduzidas ao pé da letra ficariam sem sentido para nós. Tirando isso há o padrão de voz. Como o SBT há anos dubla no Rio de Janeiro e na medida do possível as vozes são mantidas, ou seja, há anos ouvimos a mesma voz de um dublador para um ator e, quando isso muda, mesmo que o dublador do outro estúdio seja bom, causa uma enorme estranheza vermos quem estávamos acostumados a ouvir com uma voz com outra. Em Mar de Amor, quando comparamos com Abismo de Paixão e Meu Coração é teu, fica nítido como a qualidade desse estúdio em que a primeira foi dublada é baixa. Há na novela uma personagem que se chama Trânsito, é isso mesmo Trânsito, e o estúdio nem se deu ao trabalho de procurar um nome qualquer para substituir esse bizarro por um outro mais condizente conosco. Tem uma outra que se chama Abril e que também não se deram ao trabalho de adaptar. A dublagem desse estúdio é seca, com tradução ao pé da letra. O problema não são só os  nomes citados, mas também os diálogos  que são duros, formais, sem molejo. Deve ser mais rápido e econômico só traduzir sem se preocupar com as nuances, não há outra explicação porque o trabalho fica muito mal feito.

A maioria dos fãs de novelas mexicanas esperam que Mar de Amor seja uma exceção e que o SBT continue dublando suas novelas no estúdio carioca. Não há uma explicação para esse desvio de rota, só suposições: o SBT já estava dublando duas novelas num estúdio carioca e resolveu exibir uma terceira inédita, de uma hora para outra e não haveria tempo para redublar e, por isso, usaram essa dublagem que já estava pronta. Outra hipótese é a de é um teste para ver se seria aceita já que é economicamente mais viável. Há informações extraoficiais de que o SBT já enviou para o Rio de Janeiro a substituta de Meu Coração é teu e, pelo histórico, a emissora prefere a dublagem de maior qualidade já que mandou redublar no Rio de Janeiro novelas que já estavam prontas, dubladas nesse estúdio de São Paulo que a Zap usa para as novelas mexicanas que compra. A meu ver, Mar de amor deve mesmo ser uma exceção que o SBT usou em uma hora de emergência. Pesou também o fato de que não há tantos atores conhecidos do grande público brasileiro nessa novela. É a primeira novela da protagonista Zúria Vega exibida pelo SBT. Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos. Um abraço e até mais.

* por Gilmar Moraes




LEIA TAMBÉM:






  





Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

.