Como Será?: é possível equilibrar alegria e tristeza no dia a dia?

Como manter a alegria de um palhaço quando a plateia é formada por pacientes de um hospital? Este é o desafio enfrentado diariamente pelos voluntários da ONG Canto Cidadão. A importância do equilíbrio entre alegria e tristeza é o tema da segunda reportagem da série ‘Sentemente’, no ar este sábado, dia 23, no ‘Como Será?’. Júlia Bandeira conversa com Sandro e Roberto, respectivamente palhaços Jaburu e Spaguetti, voluntários que contam como lidam com as situações tristes que enfrentam no dia a dia ao tentar levar alegria a pacientes de unidades adultas e pediátricas. Na tenda montada especialmente para a gravação da série, a repórter propõe duas experiências com o público: na primeira, as pessoas assistem a uma série de vídeos de sorridos e adivinham quais são verdadeiros e falsos. Um especialista explica as diferenças entre eles de acordo com o sentimento envolvido. Na segunda dinâmica, o dr. Risadinha (Marcelo Pinto), especialista em riso, guia alguns exercícios de estímulo à gargalhada. Ele explica cientificamente que tanto o riso espontâneo quanto o forçado geram os mesmos benefícios à saúde.

O ‘Hoje é dia de...’ está especial para quem tem cachorro, com dicas para conviver bem com seu bichinho. Alexandre Henderson tem um dia de dogwalker e descobre técnicas para transformar o passeio num momento verdadeiramente legal para os cães: que tipo de coleira usar e que raças devem passear juntas, por exemplo. Em outra reportagem, ele aprende a confeccionar brinquedos artesanais, cada um deles com a função específica de recriar e estimular comportamentos naturais da espécie, como: farejar, caçar, procurar comida, ter contato social e brincar. Alexandre também visita um happy hour criado especialmente para os bichinhos, com quitutes e até uma bebida especial!

No dia 26 de julho é comemorado o Dia dos Avós. A série ‘Minha família é o bicho’* aproveita o gancho para prestar uma homenagem às ‘supermães’, aquelas que fazem tudo por seus filhos, como as elefantas. Nas savanas africanas, as manadas são compostas apenas por fêmeas, chefiadas pela mais velha, a vovó do grupo. Todas são responsáveis pela educação dos filhotes, mesmo daqueles que não são filhos legítimos. O zelo materno também está presente a muitos metros de profundidade, entre os polvos gigantes do Pacífico. O episódio conta a história de uma futura mamãe que busca um local seguro para dar à luz sua ninhada. A procura pela nova casa é um momento importante para manter as ovas protegidas, já que a espécie se reproduz uma única vez. Por isso, a mãe passa todo o tempo cuidando dos bebês.  

*A série ‘Minha família é o bicho’ não será exibida nas reapresentações do programa.

Sobre o ‘Como Será?’

‘Como Será?’, parceria do Jornalismo e da área de Responsabilidade Social da Globo com a Fundação Roberto Marinho, tem como objetivo compartilhar com o público experiências transformadoras, exemplos de cidadania e colaborar para a construção de um futuro melhor ao tratar de maneira integrada temas como educação, ecologia, mobilização social, trabalho e inovação. É um espaço para apresentar, conhecer e incluir pessoas e ideias, que conta com a interatividade como grande aliada. O programa vai ao ar às 7h (exceto nas afiliadas com conteúdo regional) e é reprisado na GloboNews e no Canal Futura, aos domingos, às 06h05 e às 15h, respectivamente. Maiores informações no site redeglobo.globo.com/como-sera e nas grades de programação locais.  

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

.