Estrelas dos Jogos Olímpicos Rio 2016 enchem o palco do ‘Altas Horas’


 
A Olimpíada deixou todo mundo com um gostinho de quero mais. Serginho Groisman então prepara um ‘Altas Horas’ olímpico, com a presença de seis medalhistas desta edição: Diego Hypólito (ginástica artística), Isaquias Queiroz (canoagem), Ágatha Bednarczuk (Vôlei de praia), Robson Conceição (boxe), Serginho (vôlei) e Gabigol (futebol). Orgulhosos de suas conquistas, os atletas também estão cheios de histórias pra contar e muito sorriso no rosto. A trajetória até a suada conquista não foi fácil.
 
“Eu tinha em mente que queria apenas vencer meus medos, meus fantasmas de Olimpíadas. Eu não era nem cotado para estar nesta edição. Mas só Deus e nossos esforços dizem onde a gente pode chegar”, diz, emocionado, Diego Hypólito, contente com sua prata. Quem também ficou honrada com a prata foi Ágatha, que chegou à final do vôlei de praia com Bárbara. “Pela nossa história e nossa dedicação, era natural nossa alegria”, explica a jogadora.
 
Os desafios não foram pequenos mesmo. Isaquias Queiroz sofreu uma queimadura grave quando criança, perdeu um rim e passou por várias cirurgias “por consequência das traquinagens”. Na semifinal, Robson Conceição teve de enfrentar o cubano Lázaro Álvarez, a quem considerava “uma pedra no sapato”. Gabigol e a seleção tiveram de lidar com a pressão da torcida, que cobrava por resultados. “Ficamos em um hotel, fora da Vila Olímpica, e nos sentimos um pouco fora do clima, mas foi melhor assim e o resultado veio”, conta o atacante.
 
Já Serginho, líbero da seleção brasileira de vôlei, conquistou sua quarta medalha em jogos olímpicos, mas essa disputa teve um gostinho especial. “Estou muito feliz e fui contemplado com todos esses anos na seleção e com uma medalha de ouro. Agora, preciso realizar outro sonho: parar de jogar”, completa o atleta, que só quer se dedicar à função de pai.
 
Para compor esse palco estrelado, Serginho Groisman convidou os Novos Baianos para cantar durante todo o programa, trazendo de volta os sucessos que até hoje são marcantes na música popular brasileira. Com um pouco menos de estrada, mas uma caminhada muito reconhecida no Brasil e no exterior, a cantora Céu também traz suas novas canções ao ‘Altas Horas’.
 
E como não poderia faltar aquela pitada de humor, quem chega com tudo na arena é Mustafary, que logo se identifica com seus conterrâneos da Bahia. “Um baiano ganhar na velocidade é pra jogar na cara de todo mundo”, brinca Musta sobre o nosso canoísta, levando a plateia às gargalhadas.
O ‘Altas Horas’ vai ao ar aos sábados, após ‘Zorra’.

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

.