Globo Rural - Infestação da mosca-do-estábulo complica a vida de criadores de gado



Um impasse tem tornado a vida dos criadores de gado, seja de engorda ou de produção de leite, bem complicada. Aqueles que estão em regiões próximas ao cultivo de cana-de-açúcar estão enfrentando o aumento da infestação da mosca-do-estábulo, um inseto que pica os animais e provoca feridas e incômodos, fazendo com que  parem de comer. O resultado é o prejuízo para a produção de leite e a engorda dos bois de corte.

Em reportagem de Alberto Gaspar, o Globo Rural deste domingo, dia 28, mostra que tanto o resíduo líquido (a vinhaça), como o resíduo sólido (a torta da cana) das usinas de açúcar e álcool são produtos que favorecem o desenvolvimento das larvas da mosca. Além disso, como cada vez mais a colheita da cana é feita de forma mecanizada, sem queimada, sobra muita palhada (a sobra do corte da cana) no campo, o que também é propício à proliferação do inseto.

Regiões como o noroeste paulista têm enfrentado esse problema com muita dificuldade e, de acordo com cálculos nos cinco estados que são os maiores produtores de cana do centro-sul, a estimativa é de que os criadores da região já perderam R$ 1 bilhão por causa do problema.

O ‘Globo Rural’ vai ao ar aos domingos depois de ‘Pequenas Empresas & Grandes Negócios

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

.