Boas novelas, audiência ruim

By | Comente


Além das mudanças de grade para tentar salvar o Fofocando, o que não surtiu efeito, o SBT ao substituir Mar de amor e Abismo de Paixão não conseguiu o mesmo êxito que era obtido com essas novelas citadas.

Casos de Família marcava em torno dos 7 pontos e fazia uma ótima entrega para Mar de amor, mas como A usurpadora fracassou à 1 da tarde, foi escalada para anteceder as novelas mexicanas inéditas, horário em que também não vingou entregando com menos de 5 pontos para as novas inéditas. Tirando isso foram escolhidas novelas de perfis diferentes das anteriores. Querida Inimiga é uma boa novela, texto bom, mas não é clássica, leia-se : mocinha pobre que sofre, fica cega, sem memória, sofre acidentes, além de se apaixonar por um cara rico que quase sempre tem uma noiva ou uma doida qualquer que gosta dele doentiamente e que é ruim da peste e inferniza a vida da mocinha a novela toda. Mar de amor era assim, bem clássica e fez muito sucesso, mesmo com uma dublagem horrível, fora dos padrões.

Já Querida Inimiga tem uma toada diferente e por isso não emplacou marcando menos até que a enésima reprise de A usurpadora. Já Lágrimas de Amor substituiu o sucesso Abismo de Paixão que não é clássica, mas é um tipo de história conhecida do público, era um remake de Canavial de Paixões, a típica novela rural mexicana que é recheada de vilanias. Lágrimas de amor é urbana e tem um texto um pouco diferente. É focada no drama de uma mãe rejeitada por um dos filhos. Não há muito espaço nela para amores impossíveis e coisas do tipo. Lágrimas de amor está na meta, mas com uma audiência aquém do esperado.

Agora o SBT corre atrás do prejuízo. Em janeiro estreará Rubi no lugar de A usurpadora. Rubi vem com a difícil missão de fazer uma entrega melhor que A usurpadora e assim sendo ajudar a alavancar Querida Inimiga. Lágrimas de amor, também em janeiro, será substituída pelo grande sucesso da Televisa: O que a vida me roubou que além de também ter Angelique Boyer, é tão densa quanto era Abismo de Paixão. Agora é aguardar para ver. Um abraço a todos e até a próxima.   

* por Gilmar Moraes
Postagem mais recente

0 comentários: