Malhação: Uma viagem de volta aos anos 80

By | Comente
Desde o grande sucesso que a Balada do Bebê fez entre os jovens que Roney (Lúcio Mauro Filho) pensa em um novo evento para o galpão. Mas a grana curta deixa todos com o pé atrás de se aventurar numa festa à altura. Ao encontrar um baú onde o pai guarda lembranças do passado, Keyla (Gabriela Medvedovski) se empolga e define o tema do evento: a Balada dos Anos 80. A mobilização então toma conta da galera, que propõe uma festa colaborativa. O galpão da lanchonete é tomado por balões de cores vibrantes, globos de luz, discos de vinil e muito brilho, que fazem a decoração do evento ganhar vida.

A gravação das cenas, que reuniu grande parte do elenco, foi embalada ao som de músicas que marcaram a década. A equipe de caracterização e figurino caprichou nas referências de personalidades e personagens que marcaram os anos 80. “O texto já trazia algumas observações sobre as roupas. Fomos construindo as referências, inspirados por esse universo. K1 (Talita Younan) e K2 (Carol Macedo) se espelharam nas Paquitas. Para o Anderson (Juan Paiva), nos inspiramos no estilo do grupo Run DMC. Keyla, que customiza a própria roupa, abusou das polainas, da roupa de lurex e dos acessórios marcantes. Buscamos as peças vintage, brincos de acrílico, meia-calça, coletes e relógios de botão no nosso acervo de figurino e em brechós de São Paulo”, explica Julia Ayres, figurinista de ‘Malhação’.

“Mais do que trazer os ícones daquela época para ‘Malhação: Viva a Diferença’, quisemos aproximar essas referências dos próprios personagens da nossa atração, e fizemos isso ao usar referências que tinham a ver com a personalidade de cada um deles. A Lica (Manoela Alipert), por exemplo, é contestadora e vai à Balada vestida como Madonna”, completa Ralph Araújo, caracterizador.

Os convidados estão inspirados. Eles chegam à balada com roupas de personalidades do mundo da música e dos filmes da época, personagens que atravessaram gerações, como é o caso de Marty McFly, do clássico “De volta para o Futuro”. “É sempre muito bom fazer cenas com todo o elenco reunido. Foi muito divertido ver cada um com um figurino diferente dos anos 80”, conta Gabriela Medvedovski, a Keyla. “As roupas são bem diferentes do dia a dia dos personagens, bem coloridas”, diz Daphne Bozaski, que interpreta a tímida Benê, a bordo de um romântico vestido balonê, bem característico daquele período.

O visual de Tina (Ana Hikari) é inspirado na cantora Cyndi Lauper. “As cenas foram uma oportunidade de a gente se vestir de forma diferente. E o melhor é que tínhamos Cyndi Lauper e Madonna juntas e amigas ainda por cima (risos). Isso foi maravilhoso!”, se diverte Ana Hikari, lembrando os boatos que diziam que as duas cantoras não se davam bem.

Outro ícone da década de 80, e que não poderia ficar de fora da festa, é Michael Jackson. O ídolo pop foi a referência para a roupa de Ellen (Heslaine Vieira). “Eu adorei usar um figurino inspirado nele. Sou fã dele, meus pais me colocavam para assistir aos DVDs. Conheço todo o repertório. A Julia, nossa figurinista, me surpreendeu com a escolha!”, elogia a atriz, que aproveita para defender a posição de DJ entre as mulheres, já que a trilha sonora da Balada ficou a cargo de sua personagem.

Mas a Balada dos Anos 80 não reserva apenas alegrias aos convidados. No meio dos embalos da noite, Keyla passa mal com as pílulas que têm tomado para emagrecer e precisa ser levada às pressas para o hospital, para o desespero de Tato (Matheus Cabral) e Roney.

As cenas da Balada dos Anos 80 vão ao ar a partir desta sexta-feira, dia 16. Você pode conferir um ensaio fotográfico com o elenco caracterizado inspirado em ícones da época no site de imprensa. ‘Malhação: Viva a Diferença’ é concebida por Cao Hamburger e dirigida por Paulo Silvestrini e vai ao ar logo após o ‘Vale a Pena Ver de Novo’
Postagem mais recente

0 comentários: